Vida de caminhoneiro

Saúde nas estradas – a obesidade nos caminhoneiros

A obesidade é um problema de saúde que atinge quase a totalidade dos caminhoneiros. Conheça os riscos associados e confira nossas dicas para eliminar o problema e ganhar em qualidade de vida.

No momento de carregar seu caminhão os caminhoneiros devem ter cuidado com o sobrepeso para não afetar a estrutura de seus caminhões e implementos e estarem sujeitos a aplicação de multas.

Mas, se a preocupação com o peso das cargas nos implementos rodoviários é fator de cuidado entre os profissionais da categoria, o mesmo não ocorre quando o assunto é a saúde pessoal.

Recentes pesquisas trouxeram dados preocupantes sobre o perfil daqueles que ganham a vida transportando a riqueza do país: 86% dos caminhoneiros estão acima do peso.

Embora a obesidade já seja considerada um dos grandes maus dos séculos, afetando toda sociedade, a vida nas estradas favorecem sua ocorrência.

Os perigos da obesidade em caminhoneiros

A pesada e corrida rotina no transporte rodoviário de cargas levam motoristas a pecarem nos cuidados com o descanso e a alimentação.

Além disso, o sedentarismo contribui para agravar o problema do excesso de peso. Muito além da questão estética, a obesidade em caminhoneiros traz riscos reais a esses profissionais que estão sujeitos ao surgimento de diferentes problemas de saúde.

A diabetes tipo 2, doenças cardíacas, infartos, apneia do sono, degeneração da vesícula biliar, osteoartrite e problemas no fígado estão entre os problemas favorecidos pelo excesso de peso. Com maior ou menor gravidade, todos esses afetam a qualidade de vida, bem estar e a carreira dos caminhoneiros, especialmente os autônomos.

Para esses, o afastamento temporário por doenças impactam significativamente seus ganhos, uma vez que são responsáveis diretos pelos rendimentos alcançados ao final do mês. A saída para mudar esse quadro? Cuidar da alimentação e praticar atividades físicas periodicamente.

Cuidando da obesidade nas estradas

Se você está entre aqueles que acreditam que cuidar da alimentação e praticar um exercício físico é benefício exclusivo de quem possui condições e uma rotina regrada, é hora de rever seus conceitos.

Com força de vontade e disciplina é possível realizar refeições saudáveis e atividades físicas mesmo levando a vida na boleia. Confira algumas dicas para alcançar esse objetivo e vamos em frente!

Prepare suas refeições:

Churrascarias são uma grande tentação. Quem não gosta de uma carne assada na hora e de todas as opções de acompanhamento que esses estabelecimentos oferecem?

Lanches e salgados também costumam figurar entre pedidas comuns em pontos de parada devido ao sabor e rapidez com quem são servidos. Ao preparar suas refeições, além de economizar você será capaz de produzir refeições mais saudáveis e equilibradas.

No momento de planejar sua viagem, separe um tempo para organizar seu cardápio e faça suas próprias refeições com calma. Sua qualidade de vida agradece.

Prefira os self-service:

Nem sempre você terá o tempo e a disposição necessária para cozinhar. Quando essas situações ocorrem prefira parar seu caminhão em restaurantes self-service. Esses estabelecimentos costumam ter uma boa opção de alimentos a disposição.

De preferencia as saladas e carnes magras, como o filé de frango, por exemplo.

Elimine salgadinhos e bolachas de sua dieta:

É comum bater aquela fome quando passamos horas seguidas ao volante do caminhão.

Não há problema em fazer lanches rápidos, contudo evite salgadinhos, bolachas, chocolates e outros alimentos similares.

Prefira frutas, barras de cereais e outras opções que irão lhe alimentar sem afetar sua saúde.

Caminhar faz a diferença:

As caminhadas são uma ótima opção para sair do sedentarismo.

Praticáveis em praticamente qualquer lugar, quando realizadas diariamente por um período de 30 minutos contribuem para que você aprimore o equilíbrio de seu corpo.

Para que você alcance o melhor desempenho profissional, se destaque e cresça na carreira de caminhoneiro é preciso cuidar de seu caminhão, seu implemento rodoviário e de sua saúde.

Fique de olho na balança, adote prática saudáveis e não faça parte dos 86% de caminhoneiros que sofrem com a obesidade. Faça mais por você mesmo.

Gostou desse artigo? Continue nos acompanhando para ter acesso a mais dicas como essa e tudo o que envolve a vida nas estradas.

Possui alguma sugestão de tema que gostaria de ver em nosso blog? Deixe nos comentários!

Até a próxima!


Acompanhe nossas redes sociais
Facebook | Instagram | Site Oficial | Youtube

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s